How to better integrate small and medium-sized enterprises (SMEs) in global trade?

Published on Jun 21, 2016

In many countries micro, small and medium-sized enterprises are responsible for the bulk of job creation, economic dynamism and innovation. But most times they do not participate in trade and in the global economy to a level that matches their potential.

World Trade Organization

Febre do Pokemon GO catapulta Nintendo na bolsa de Tóquio

Published on Jul 20, 2016

A Nintendo retomou a caça aos monstrinhos Pokémon, voltou a tomar conta das mentes mais necessitadas de uma novidade tecnológica e, com isso, os títulos da empresa nipónica dispararam. Em cerca de uma semana e meia, a empresa valorizou-se em 114,04 por cento e já vale mais que a Sony.

euronews

 

 

Estas son las economías más competitivas de América Latina y el Caribe

Publicado originalmente em: 10/06/2016

World Economic Forum

Banco Mundial: Fim da pobreza depende de crescimento econômico

Publicado Originalmente: 03/06/2016

Pela primeira vez, menos de 10% da população global vive com US$ 1,90 por dia; África Subsaariana e Sul da Ásia devem fazer os maiores avanços até 2030.

Em 2030, 4% da população do planeta viverá em extrema pobreza se a economia continuar crescendo como na década entre 2002 e 2012. O dado é do estudo Indicadores de Desenvolvimento Global, do Banco Mundial, que neste ano tem como foco os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

O relatório ainda aponta que, caso o crescimento econômico global seja igual ao dos últimos 20 anos, 6% de toda a população será extremamente pobre, ou seja, viverá com US$ 1,90 ao dia.

Extrema Pobreza

Erradicar a pobreza em todas as formas, em todo o mundo, é o primeiro dos Objetivos adotados pelas Nações Unidas em setembro do ano passado.

Segundo o estudo do Banco Mundial, a África Subsaariana e o Sul da Ásia terão as reduções mais drásticas nos percentuais de extrema pobreza se continuarem crescendo como no período 2002-2012.

Nesse ritmo, 20% dos africanos e 1,1% dos asiáticos do sul serão extremamente pobres em 2030.

América Latina

Já a América Latina faria poucos progressos em 2030 mesmo que crescesse como na década anterior a 2012, um período de bonança para a região.

Acontece que a economia latino-americana entrou, em 2016, no quinto ano de desaceleração, preocupando os especialistas em desenvolvimento.

Hoje, 5,6% dos latino-americanos vivem com até US$ 1,90 ao dia, ante os 17,8% registrados em 1990.

Para não perder os avanços sociais dos últimos anos, os economistas da região estudam novas formas de estimular o crescimento latino-americano sem depender tanto das matérias-primas, como ocorreu nos anos de bonança.

Um dado positivo do relatório é que, pela primeira vez, menos de 10% da população global vive em extrema pobreza. Em 1990, eram 37%.

O estudo do Banco Mundial ainda destaca que as iniciativas de proteção social também são fundamentais para ajudar os países a cumprir o primeiro Objetivo de Desenvolvimento Sustentável. Entre esses programas, estão os de transferências de renda, alimentação escolar, mercado de trabalho e seguridade social.

Cerca de 60% dos mais pobres da América Latina estão assegurados por programas desse tipo, contra apenas 15% na África Subsaariana. Nessa e em outras regiões, é preciso aumentar a cobertura e a eficiência de tais programas, de acordo com o relatório.

FONTE: Envolverde 

Why Uber Is A Scam – Math Explains

Published on May 5, 2016

ScIQ

A recuperação da atividade econômica em meio a crise política, por Ricardo Amorim

Publicado originalmente em: 11/03/2016

O Produto Interno Bruto brasileiro encolheu 3,8% em 2015, a maior queda desde 1990. E as previsões são de que o Brasil tenha ainda mais dois anos de retração, o que não acontecia desde a queda da Bolsa de Nova York, em 1929.

A crise política tem afetado a confiança de investidores, empresários e consumidores, desacelerando os investimentos e agravando a recessão.

O economista Ricardo Amorim faz uma análise das crises pelas quais já passamos e traça possíveis cenários e caminhos para a recuperação da atividade econômica.

Fecomercio SP

Keiser Report: Secrets of TTIP & TPP (E905)