A Nova Rota da Seda se torna a Ponte Terrestre Mundial: um tour


 

Você já ouviu falar da antiga Rota da Seda que conectava a China a Europa através de uma longa rota de viagem.

Foi pelo comércio de seda, da porcelana e de livros impressos, porém mais importante que os bens foram as trocas em

tecnologia. A antiga Roda da Seda trouxe enormes benefícios econômicos para todos os países participantes, mas foi também uma troca de ideias e de bens culturais. Hoje a China está oferecendo uma nova Rota da Seda e uma Rota da Seda Marítima, em que já estão cooperando mais de 60 países. A China realizou um milagre econômico nos últimos 30 anos, algo que os países desenvolvidos precisaram de 150 a 200 anos para fazerem. Agora a China está oferecendo esse mesmo modelo para todos os países que queiram cooperar com essa perspectiva. A Nova Rota da Seda é baseada na perspectiva “ganha-ganha”, isto é, cada país que participar terá benefícios culturais, políticos e econômicos iguais. Essa é a verdadeira ideia para a superação da geopolítica, o mal que causou duas Guerras Mundiais no século XX. Ela oferece a perspectiva de um verdadeiro desenvolvimento global em parceria para que toda a humanidade trabalhe junto pelos anseios comuns da humanidade.
Veja esse vídeo e você terá noção de como é fácil mudar o mundo para melhor.

Anúncios
Publicado em Relações Internacionais por Luiz Albuquerque. Marque Link Permanente.

Sobre Luiz Albuquerque

O Núcleo de Estudos sobre Cooperação e Conflitos Internacionais (NECCINT) da Universidade Federal de Ouro Preto , sob a coordenação do professor Luiz Albuquerque, criou o Observatório de Relações Internacionais para servir como banco de dados e plataforma de pesquisas sobre relações internacionais e direito internacional . O site alimenta nosso trabalho de análise de conjunturas, instrumentaliza nossas pesquisas acadêmicas e disponibiliza material para capacitação profissional. Mas, além de nos servir como ferramenta de trabalho, este site também contribui para a democratização da informação e a promoção do debate acadêmico via internet.

Uma resposta em “A Nova Rota da Seda se torna a Ponte Terrestre Mundial: um tour

  1. A intercomunicação entre os países por intermédio do comércio, principalmente o comércio antigo possibilitou a troca de interesses e valores culturais.
    A China por assim dizer poderíamos intentar talvez não somente como pioneira, mas, atualmente como sendo a principal percussora do comércio entre países e até mesmo entre continentes.
    O Boom econômico do qual se perfaz nos 30 anos em que a China investiu neste nicho pode possibilitar aos países além da troca monetária, o ganho no desenvolvimento político, cultural e mais importante econômico, seguindo o exemplo da China, os demais países só têm a ganhar.

    Curtir

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s