PIB da Arábia Saudita cai pela primeira vez desde 2009


KC1-1024x683

Riad, Arábia Saudita

07/07/17

A Arábia Saudita registrou no primeiro trimestre de 2017 a primeira retração de seu Produto Interno Bruto (PIB) desde 2009, quando o mundo ainda sofria os efeitos da crise financeira de 2008. Segundo dados oficiais, revelados na última sexta-feira (30 de junho), o PIB saudita encolheu 0,5% entre os meses de janeiro e março de 2017, em comparação com o mesmo período do ano anterior, já ajustada a inflação. Se considerado apenas o setor petrolífero, a contração registrada foi de 2,3%.

O mau desempenho apresentado pela economia do Reino Árabe é, em grande parte, fruto da política de diminuição do ritmo de produção de petróleo, adotada com o intuito de pressionar para cima o preço cobrado pelo barril nos mercados internacionais. Esta medida foi tomada em conjunção com os demais membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) em novembro de 2016 e prorrogada em maio deste ano (2017). Pelo acordado, foram definidas quotas de redução que cada país membro deve cumprir, ficando a produção total do cartel limitada a 32,5 barris por dia até o final de 2018.

Apesar de surtir um efeito positivo inicial, a política adotada pela OPEP não obteve êxito em manter os preços internacionais da commodity em elevação.barril do tipo Brent, que era comercializado a US$46 no momento em que a redução da produção foi instaurada, atingindo um pico de US$56 em fevereiro de 2017, hoje é vendido por US$48, pouco acima do valor inicial. Dentre os membros do bloco, a Arábia Saudita é a mais comprometida com a medida e mantém níveis de extração de petróleo aquém dos limites acordados. O efeito deste comprometimento já é sentido na economia sem, contudo, alcançar os objetivos esperados.

Por outro lado, os dados divulgados revelaram que o setor privado não relacionado ao petróleo apresentou crescimento de 0,9% nos três primeiros meses do ano. Ainda que este número não tenha sido suficiente para evitar a queda do PIB, ele mostra que há sinais de desenvolvimento de segmentos da economia saudita não dependentes das reservas minerais do país. No entanto, Riad ainda está longe de conseguir diversificar sua matriz econômica, já que 87% de suas receitas em 2016 provieram da exploração do petróleo.

Fonte: CEIRI Newspaper

Anúncios

Uma resposta em “PIB da Arábia Saudita cai pela primeira vez desde 2009

  1. É interessante observar que no jogo da geopolítica a regra é sempre a mudança, jamais a inércia. O fracking nos Estados Unidos (bem como em outros países) revolucionou a produção de petróleo e enfraqueceu a OPEP seriamente. Ademais, vemos iniciativas que estão tornando o mundo cada vez mais independente dos combustíveis fósseis, como os massivos investimentos da Índia e da China em energia solar e eólica, startups de produção de energia solar residencial como a SolarCities nos EUA, e a BlueSol no Brasil, empresas como a Tesla, BYD, etc… Não tem mais jeito, ou esses países superdependentes dessa commoditiy diversificam a sua economia ou se preparam para tempos de ebulição social e crise profundas.

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s