Sob governo Temer, Brasil é o 2º mais corrupto em lista com 63 países


Postado originalmente – 01/06/17

Afetado em cheio pela crise política e com praticamente um terço do Congresso sob investigação, além das suspeitas de corrupção que recaem diretamente sobre Michel Temer, o Brasil aparece como o segundo país mais corrupto, atrás apenas da Venezuela, no Relatório Global de Competitividade Global 2017 da IMD. Além disso, dentre os 63 países pesquisados, o Brasil ocupa a terceira pior posição no que diz respeito a competitividade.

De acordo com o documento, o Brasil figura na 62ª posição, a segunda pior do ranking global, só na frente também da Venezuela, no que diz respeito a eficácia governamental. No quesito “propina e corrupção”, o Brasil também aparece como o segundo pior entre os 63 países analisados.

Segundo a pesquisa do IMD, o Brasil ocupa, ainda a 61ª posição no que diz respeito à competitividade, ficando à frente apenas da Mongólia e Venezuela.

Fonte: Brasil247

Anúncios

8 respostas em “Sob governo Temer, Brasil é o 2º mais corrupto em lista com 63 países

  1. A corrupção no Brasil é endêmica. Todo brasileiro, ou quase todo, em algum momento foi corruptor ou corruptível, visto que desde cedo somos ensinados a obter vantagem ,a competir deslealmente, a aplicar a técnica de troca de favores para obter algum objetivo. O maior problema no entanto, é quando esse sistema começa a ser questionado de forma certa ou errada por um poder que faz parte dele-judiciário. A questão que fica depois de todos os escândalos vergonhosos é 😮 quê deve ser feito para que o Brasil não perpetue a corrupção? Na minha opinião privilégios devem ser cortados de todo o alto escalão governamental, judiciário pois são eles que pesam a balança econômica nacional e são também, os que menos consomem nacionalmente o que nos leva à questionar a taxação brasileira, mas que não tópico.
    Ademais, visto que o Brasil gosta tanto de importar ideias europeias ,porque não faz isso em relação ao sistema de Estado? Em países como Suécia ,Dinamarca, Inglaterra os governantes possuem poucos assessores e também possuem gastos limitados para viagens ,quando não pagam por si mesmos, além disso não é a União que paga gasolina,Iphone,Ipad,Carro,etc.
    Para uma real mudança é necessário que as pessoas sejam educadas a competir sim ,mas de forma saudável ,a não quererem dar um “jeitinho ” em tudo e sim que respeitem as leis e por ela prezem. É necessário também, reformular o sistema político ,cortar regalias ,distribuir renda, tornar a sociedade mais igualitária e apenas dessa forma é que a corrupção pode diminuir ou quiçá ter um fim. Enquanto persistir,o Brasil nunca será visto como uma nação séria para receber investimentos internacionais e o brasileiro será sempre visto como desonesto.

  2. No Brasil, a corrupção é um problema que existe desde sua época colonial, tendo como maior exemplo desse fato os tributos do ouro que eram burlados pelos mineradores desse. Essa carga histórica do povo brasileiro de tentar na maioria das vezes de tirar vantagem das situações é vista não somente no cotidiano, mas também na nossa política. Hoje em dia esta muito mais claro para a população o tamanho e desonestidade dos esquemas de corrupção criados pelos nossos políticos, no entanto, dizer que as pessoas não desconfiavam ou até mesmo sabiam deles é mentira.
    Portanto para que essa posição assumida pelo Brasil de um país corrupto acabe, pois não é certo que o dinheiro investido no Governo por meio dos impostos sejam usados pelos políticos para que esses tenham luxos e conforto, assim como nos países europeus os cidadãos não se importam em pagar altos impostos em troca de bons serviços públicos e qualidade de vida, o povo brasileiro também te esse direito e os que-lhe tiram o mesmo devem ser punidos de acordo com as leis.

  3. A corrupção no Brasil não é algo novo, visto que ela está presente no país desde a colonização. No entanto esse assunto tem sido discutido/ divulgado com mais afinco na atualidade e cada vez mais se vê o quanto essa prática contribui para o retrocesso do país. O fato de o Brasil ser considerado o segundo mais corrupto, em um estudo englobando 63 países, contribui para discutirmos ainda mais esse tema e procurar caminhos para combater tal prática.
    Não entrarei no mérito de todos os problemas do atual governo, que não são poucos, mas é importante salientar que a corrupção não surgiu nele e não existe a menor pretensão, por parte do atual presidente, em combatê-la. Por isso é necessário que a população assuma uma postura mais ativa e cobre, ainda mais, que os governantes sejam mais transparentes com a destinação das verbas. Além disso, devemos ficar mais atentos na hora do voto e exercer esse direito com cautela para eleger um candidato, pesquisando o seu histórico na política e sua índole como cidadão.

  4. A corrupção brasileira é vista pelo grande maioria de seus cidadãos como algo criado no últimos governos do PT. Contudo, mal sabe eles que este partido não se classifica como um dos que mais praticam atos corruptos em nosso país, estando muitos outros a sua frente. E, ainda mais, é de senso comum a ignorância perante ao fato de quando realmente começava os corrupções em nosso país, que foi no período colonial, não podendo ser diferente, já que a grande maioria dos portugueses que vinham para o Brasil, eram prisioneiros de guerra, ladrões, perseguidos, entre outras categorias sociais que necessitavam da busca a todo custo para a sobrevivência.
    Na atual conjuntura do país, a corrupção vem sendo muito descuida na mesma medida que estes escândalos desestabelecendo economicamente o Estado, já que diante de um cenário em que se encontra causa grandes desconfiabilidade em investidores, principalmente estrangeiros.

  5. A corrupção no Brasil é um assunto cada vez mais em voga nas mais diversas mídias. No entanto, é interessante perceber a leitura a partir da qual esse fenômeno é lido e passado para o público. Na maior parte das vezes, a abordagem é de a corrupção de um desvio de caráter, uma ação de cunho moral particular que denota um desvio individual daqueles que a praticam. Nesse sentido, medidas punitivas cada vez mais rigorosas tornam-se sedutoras e se apresentam como solução do problema. Essa visão dificulta o tratamento da corrupção como uma questão sistêmica que paira sobre a nossa sociedade. Um exemplo disso é o fato de que, ainda hoje, convivemos com privilégios institucionalizados para certos setores, como a classe política e a magistratura: salários esdrúxulos e inúmeros auxílios visivelmente desnecessários. É importante que ampliemos a noção de corrupção para que problemas que muitas vezes parecem meramente secundários sejam levados em conta, não apenas para serem corrigidos, mas para que nos norteiem no sentido de entender as causas e a estrutura que rege e a endêmica e permanente corrupção em nosso país.

  6. O atual cenário econômico/político do Brasil é reflexo de uma corrupção endêmica que nos últimos anos mostrou-se tanto mais acelerada e agravada no país, quanto mais visível aos olhos dos próprios brasileiros e das nações internacionais. A cada dia surgem nos jornais novos escândalos e casos que denunciam desvios milionários de dinheiro público e o descaso da administração pública. Recentemente o país vem passando por mudanças drásticas em um curto de período de temporal e se nem os próprios especialistas e políticos brasileiros muitas vezes são capazes de absorver todas as modificações, novidades e informações, quem dirá a sociedade internacional. Cabe ressaltar que a imagem de um país no exterior é fundamental para as relações internacionais, diplomáticas, comerciais e estratégicas. Uma consequência do fato exposto na reportagem acima é que o Brasil vem sido visto externamente cada vez mais como um país de risco e insegurança para os investimentos internacionais o que pode comprometer mais ainda o cenário econômico. Nesse sentido é preciso que o Brasil se esforce para restabelecer uma imagem positiva e de confiança junto à comunidade internacional. Dentre os desafios que se estabelecem estão não somente reformas econômicas, mas também uma reforma política substancial além de uma revolução na relação entre o Estado e empresas, entre a esfera pública e privada.

  7. Claramente, a corrupção é um dos maiores problemas a serem enfrentados no Brasil. Especialmente, tendo em vista os números apresentados na notícia. Faz-se essencial que esse quadro seja alterado para uma melhor imagem do país, principalmente em termos de estabilidade política frente a comunidade internacional. Porém, a análise dessa problemática deve ser vista com muito cuidado, uma vez que frequentemente a corrupção é tratada como uma característica inerente à população brasileira. Isso é extremamente importante no momento em que pensa-se em medidas de combate à corrupção. A partir dessa visão, de que o problema está na população em si, a tendência é a utilização de sanções rígidas para as práticas relacionadas à corrupção, que é a via mais rápida. No entanto, percebe-se por esse – e muitos outros motivos – que uma reforma educacional no país seria fundamental para a real mudança desse cenário.

  8. A mídia nos faz acreditar que a corrupção no Brasil começou em 2003, quando Lula assumiu a presidência de nosso país. No entanto, a corrupção no Brasil vem desde muito antes, ainda na época colonial a corrupção já era muito presente em nosso território. Entretanto, nos últimos anos o reflexo dela em nossa sociedade se tornou mais aparente, uma vez que os recursos públicos “recebiam” investimentos, mas não havia melhorias. Muitos dizem que a corrupção no congresso é reflexo de uma sociedade corrupta. Eu, particularmente, discordo, acredito que o poder é um grande aliado da corrupção. Por isso, acredito que alguns privilégios precisam ser cortados, afim de evitar essa situação. Por exemplo, os políticos de nosso país tem privilégios e salários exorbitantes, é necessário uma reforma política para tentar amenizar tal cenário caótico. Além disso, acredito que seja necessário operações com a finalidade de punir e investigar TODOS os políticos corruptos, como não é o caso da Operação Lava Jato, que alem de não investigar e punir todos os políticos, se tornou midiática e negligente com as normas jurídicas de nosso pais. Dessa forma, é necessário perceber que a Corrupção é um dos maiores problemas da nossa sociedade, para que dessa forma possamos combatê-la.

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s