Coreia do Sul: novo presidente inicia diálogo com China e Japão sobre Coreia do Norte


img-14

11/05/2017

O novo presidente sul-coreano já começou a dialogar com os vizinhos sobre a situação da Coreia do Norte. Com uma postura mais flexível que os governos anteriores, Moon Jae-in afirmou que diálogo e sanções são a saída para a crise.

Antigo advogado de direitos humanos, Moon tomou posse nesta quarta-feira (11) e afirmou em seu primeiro discurso como mandatário que irá tratar da tensão na península coreana imediatamente.

A primeira conversa de Moon foi com presidente chinês Xi Jinping. O diálogo foi sobre como lidar com o desenvolvimento do programa nuclear da Coreia do Norte.

“A resolução da questão nuclear da Coreia do Norte precisa de uma resposta compreensiva e sequencial, com pressão e sanções em paralelo às negociações”, disse Moon a Xi Kinping, segundo o porta-voz Yoon Young-chan. Moon afirmou que estaria disposto a visitar Pyongyang “sob as condições certas”.

A posição do novo presidente contrasta com a política de Trump, que afirma que a Coreia do Norte deve abandonar seu programa nuclear antes de voltar a negociar.
Ainda assim, Trump, que conversou com Moon no dia de sua posse, também já disse que poderia visitar Kim Jong-un.

“As ameaças do programa de mísseis e do programa nuclear da Coreia do Norte entraram em um novo estágio”, disse o primeiro-ministro Shinzo Abe, de acordo com seu chefe de gabinete.

Abe ainda afirmou que o “diálogo pelo diálogo” seria infrutífero e pediu uma demonstração “concreta e sincera” das intenções de Pyongyang.

Fonte: Sputnik

Anúncios

Uma resposta em “Coreia do Sul: novo presidente inicia diálogo com China e Japão sobre Coreia do Norte

  1. A Coreia do Norte é um dos países com o sistema político mais fechado no mundo atualmente. Com as recentes declarações do ditador Kim Jong-un sobre o avanço do programa de mísseis nucleares dizendo que o país estaria preparado para responder à qualquer ataque nuclear do planeta, alem de divulgar seu arsenal militar no desfile comemorativo do “Dia do Sol”, o restante do mundo voltou a se preocupar com a situação. Num contexto atual em que o presidente dos EUA, Donald Trump, não demonstra postura favorável à diplomacia acerca de assuntos internacionais, tendo opiniões contestadas dentro do próprio país sobre esse modo de tratamento mais rígido; e das sérias conseqüências globais que viriam num possível ataque nuclear por parte dos norte coreanos, é importante ressaltar a postura do novo presidente sul coreano Moon Jae-in acerca da Coreia do Norte, que tendo sido advogado de direitos humanos, atenta ao fato dos problemas de caráter socioeconômico constante que o país vem sofrendo desde a perda da aliança com a dissolvida URSS, como a insuficiência de alimentos para suprir a demanda do país, e a convocação dos líderes dos principais países da Ásia para tomarem medidas cabíveis e mais efetivas em relação às ameaças do excêntrico ditador.

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s