2016: um ano de desafios e conquistas para o mundo


O ano de 2016 foi um período cheio de desafios para a comunidade internacional. A guerra na Síria se agravou, apesar dos esforços pela paz, e conflitos violentos também recrudesceram no Sudão do Sul, no Iêmen e em outras partes do mundo. Na comparação com 2015, houve um aumento de 5 milhões no número global de refugiados.

Publicado em 30 de dez de 2016

 

Fonte: ONU BR

Anúncios

2 respostas em “2016: um ano de desafios e conquistas para o mundo

  1. A verdade é que 2016 foi um ano de sufoco, de esperança por um 2017 melhor. Ano de alto índice de desemprego, como a muitos não se via, ano de crise sem data pra acabar, de guerras e sofrimento para a maioria da população, de insatisfação politica. Algumas medalhas na época das Olimpíadas deram esperança para alguns, se não esperança, pelo menos felicidade por algum período. Foi um ano desafiador, com o cenário econômico turbulento. Mas mesmo com dificuldades, nós conseguimos superar e entrar confiantes em 2017, pois brasileiro é assim, sempre espera e acreditar que o melhor ainda estar por vir.

  2. O vídeo retrata alguns dos acontecimentos mundiais que fizeram de 2016 um ano cheio de desafios. Exemplos mencionados foram: 2016 foi o ano mais quente dos últimos anos, além de que foi um ano em que o número de refugiados aumentou em 5 milhões, em relação a 2015. Além disso, muitos conflitos em torno do mundo, como na Síria e no Sudão, simplesmente ficaram mais tensos e menos aptos a serem resolvidos… Todavia, o vídeo mostra também que não foi só o caos que permeou esse ano. Em 2016, pela primeira vez, refugiados puderam participar dos Jogos Olímpicos, competindo com seus próprios times. Outra situação esperançosa, acontecida em Viena, foi o fato de que restaurantes abriram suas portas para que moradores e refugiados cozinhassem juntos e, assim, estreitassem os laços entre suas culturas. De acordo com o então Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a crise de 2016 constituiu um desafio para a humanidade de cada pessoa. O vídeo mostra, na prática, tais situações.
    Levando em consideração que, de acordo com os dados mencionados no vídeo, atualmente mais de 128 milhões de pessoas no mundo são afetadas por algum desastre natural, necessidade de deslocamento ou conflito mundial, a situação geral é de um contexto de vulnerabilidades crônicas, em que se faz necessário a união global para que a tentativa de superação de tais situações se mostre viável. Assim, apesar da crise na Nigéria (situação de seca e de ataques terroristas), a UNICEF tem atendido, na África, mais de 100 mil crianças afetadas pela desnutrição
    Iêmen. Apesar de o Tribunal Penal Internacional ter reconhecido, em 2016, o crime de destruição cultural como crime de guerra, e condenado um réu a 9 anos de prisão pelo seu cometimento, ainda ocorrem assassinatos por motivos étnicos no Sudão do Sul. Uma coisa não compensa a outra. O vídeo mostra que a comunidade internacional já melhorou bastante na tratativa e na amenização de situações conflituosas tensas, todavia, ainda se faz necessário que haja uma gestão cada vez melhor do crescimento econômico e de boas políticas sociais para que o cenário internacional seja majoritariamente positivo.

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s