VÍDEO: ONU ajuda a recuperar dignidade e confiança de mulheres fugindo do conflito no Burundi


Dezenas de milhares de pessoas, entre as quase 300 mil que fugiram do conflito no Burundi, encontraram abrigo no campo de refugiados Lusenda, no leste da República Democrática do Congo. O campo possui os chamados ‘espaços seguros’, dedicados às mulheres e crianças. Além de fornecerem capacitação e ajuda humanitária, proporciona o mais importante: a condição para que as mulheres recuperem sua dignidade e confiança.

Publicado originalmente em: 04/10/2016

 

Fonte: ONU BR

Anúncios

6 respostas em “VÍDEO: ONU ajuda a recuperar dignidade e confiança de mulheres fugindo do conflito no Burundi

  1. A conquista feminina aumenta a cada dia e um exemplo disso são os “Espaços Seguros” para mulheres e crianças no campo de refugiados Lusenda, no leste da República Democrática do Congo. Tais medidas sociais são de extrema importância para a recuperação da dignidade e respeito de mulheres que sofreram graves ameaças e abusos. Nesse ambiente, elas podem se libertar de seus medos e fragilidades que carregam; podem desenvolver suas habilidades como mães, provedoras de seus lares, mulheres independentes e líderes de suas comunidades. Dessa forma, longe de todo o abuso que sofreram e com o apoio da ONU, passam a vislumbrar um futuro cheio de esperança, paz e tranqüilidade.

    Curtir

  2. Burundi, pequeno país africano que faz fronteira com Ruanda, Tanzânia e República Democrática do Congo, é marcado, há anos, por guerra civil e conflitos (que, em sua maioria, são motivados por diferenças étnicas). No contexto de instabilidade e insegurança do país, muitas famílias se veem destinadas a deixar suas casas, seus lares e a vida que construíram ali para se protegerem. Essa proteção, quando encontrada, se dá fora das fronteiras do país, por óbvio. Nesse sentido, a notícia em tela, juntamente com o vídeo que a compõe, mostra sobre a necessidade que as pessoas têm – especialmente as mulheres, acompanhadas por suas crianças – de procurar abrigo em outros lugares, de se tornarem refugiadas.
    Acontece que o vídeo mostra que, apesar desse conflito – que, por sua gravidade, deveria preocupar toda a comunidade internacional – muitas mulheres e crianças têm encontrado, nos abrigos, uma condição de vida melhor, que as auxilia em seu crescimento pessoal. O abrigo retratado no vídeo se situa na República Democrática do Congo. No local, mulheres e seus filhos são recebidos e podem ficar protegidos nos chamados “espaços seguros”, que são locais dedicados à mulheres e à crianças, onde acontecem capacitações e aconselhamento psicossocial no intuito de torna-las fortes e empoderadas, mesmo diante de situações de instabilidade.
    A situação retratada é, de fato, caótica, todavia, em meio ao caos é necessário que gestos de humanidade, ainda que pequenos e não capazes de englobar todos os necessitados, aconteçam para que haja a crença – e a possibilidade real – de a paz reinar novamente em algum momento.

    Curtir

  3. Quase 300 mil pessoas deixaram Burundi (pequeno país da África) e se refugiaram em Lusenda (leste da República Democrática do Congo). Então, em decorrência do conflito de Burundi, muitos deixaram para trás tudo que conheciam e foram para outro país em busca de segurança. Tendo em vista que a vulnerabilidade social das mulheres refugiadas é muito maior que a dos homens, já que estas são muito mais suscetíveis a sofrerem violência sexual e pobreza, os chamados ‘espaços seguros’ que são destinados às mulheres e crianças é uma excelente alternativa para que a insegurança por esse grupo seja diminuta, principalmente por que um refugiado tem direito a um asilo seguro. Mesmo assim, observa-se que há ainda muitas questões de melhorias nesses espaços, uma vez que as mulheres ainda tem de lidar com muitas adversidades, como o fato de cada pessoa receber 15 dólares por mês para alimentação. Apesar disso, é inegável o tanto que esses espaços seguros são capazes de literalmente salvar dezenas de milhares de vida, por oferecerem não só capacitação para as mulheres, mas principalmente aconselhamento psicossocial – já que é um grande baque deixar seu país e buscar segurança em outro. Enfim, o melhor momento durante o decorrer do vídeo todo é do 1:01 até o 1:12 que registra os sorrisos sinceros dessas mulheres que são exemplos de superação e força.

    Curtir

  4. Que conquista para as mulheres! A criação de espaços seguros permite que essas mulheres possam se dedicar a si mesmas e suas famílias. A vida em conflito tira muito dessas pessoas e é impossível viverem plenamente nessas zonas. Tendo em vista que a vulnerabilidade social das mulheres refugiadas é muito maior que a dos homens, já que estas são muito mais suscetíveis a sofrerem violência sexual e pobreza, os chamados ‘espaços seguros’ que são destinados às mulheres e crianças é uma excelente alternativa para que a insegurança por esse grupo seja diminuta, principalmente por que um refugiado tem direito a um asilo seguro.
    O abrigo retratado no vídeo se situa na República Democrática do Congo, onde acontecem capacitações e aconselhamento psicossocial no intuito de torna-las fortes e empoderadas, mesmo diante de situações de instabilidade.. Dessa forma, longe de todo o abuso que sofreram e com o apoio da ONU, passam a vislumbrar um futuro cheio de esperança, paz e tranqüilidade.
    Que esses espaços possam, REALMENTE ser uma fonte de esperança para essas mulheres e não mais um de seus tormentos.

    Curtir

  5. O Campo de Refugiado Lusenda, destinado para mulheres e criança que fogem dos conflitos na Republica do Congo e Burandi que vive uma guerra civil, motivada por desigualdade social, ética, e religiosa, obrigando assim famílias a se mudares ou procurar refugio em outros locais.
    Lusenda é um lugar onde os refugiados recuperam mais que a dignidade de vida, mais também a esperança de uma vida melhor de paz;
    Neste local mulheres são treinadas e capacitadas para além de poderem prover a necessidades de suas famílias, elas ganham a habilidade de liderança para serem lideres comunitárias.
    com o apoio da ONU campos de refugiados tem conseguido amenizar a dor e o sofrimento de pessoas e famílias que perderem ou foram obrigadas a largarem tudo, campos que renovam a esperança das pessoas, trazendo para elas segurança, qualidade de vida.

    Curtir

  6. Ao se observar o vídeo proposto e o histórico de conflitos na região comentada, é deplorável que as conquistas de direitos humanos e das mulheres ainda sejam tão menos importantes que os conflitos étnicos em determinadas regiões. Por outro lado, a criação desses campos de refugiados mostra um esforço da ONU pela reconstrução de direitos e dignidade dessas pessoas, além da participação da República Democrática de Congo, que são mais importantes que qualquer conflito étnico do Burundi (que envolvem tutsis e hutus – etnias também em conflito na vizinha Ruanda, que já causou milhares de mortos). Sendo assim, essas mulheres e crianças podem futuramente se desenvolver e terem paz a partir do aparato social, de segurança, de alimentação e de interação que estão recebendo. Além disso, mostram-se necessárias as participações diretas de mais países na ajuda pra esses refugiados, principalmente uma ajuda financeira pra permitir ainda mais condições de desenvolvimento, segurança e construção de futuros.

    Curtir

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s