Reaparelhamento militar e a nova/velha Política externa russa


GPPM: Analises da Conjuntura econômica e política internacional

Por Felipe Costa Lima

“A integridade territorial da Rússia não está sujeita a negociações. (…) Tomaremos ações duras contra qualquer um que viole nossa integridade territorial. A Rússia tem sido um grande poder há séculos, e continua sendo. Sempre teve e ainda tem áreas de legítimas de interesse no exterior, em antigas terras soviéticas e além. Não devemos baixar nossa guarda, nem deixar que nossa opinião seja ignorada.” (1). Após 16 anos de seu discurso para a Duma, durante sua aprovação como Primeiro-Ministro da Rússia, Vladimir Putin cumpre sua promessa de restabelecer uma política externa russa mais assertiva e a hegemonia sobre os antigos territórios soviéticos.

Ver o post original 1.790 mais palavras

Publicado em Relações Internacionais por Luiz Albuquerque. Marque Link Permanente.

Sobre Luiz Albuquerque

O Núcleo de Estudos sobre Cooperação e Conflitos Internacionais (NECCINT) da Universidade Federal de Ouro Preto em parceria com as Faculdades Milton Campos, sob a coordenação do professor Luiz Albuquerque, criou o Observatório de Relações Internacionais para servir como banco de dados e plataforma de pesquisas sobre relações internacionais e direito internacional . O site alimenta nosso trabalho de análise de conjunturas, instrumentaliza nossas pesquisas acadêmicas e disponibiliza material para capacitação profissional. Mas, além de nos servir como ferramenta de trabalho, este site também contribui para a democratização da informação e a promoção do debate acadêmico via internet.

Uma resposta em “Reaparelhamento militar e a nova/velha Política externa russa

  1. O antigo discurso, que claramente pode ser aplicado no contexto atual vivido pela Russia, nos mostra o espirito nacionalista vivido no país. Vladimir Putin se tornou um ícone dessa nova política externa russa, visto que é um defensor ferrenho da antiga ideologia que baseava a União Soviética.
    A Russia sempre foi um país continente, territorialmente extenso, sendo uma sociedade multiétinica o que faz com que haja uma grande diversidade cultura. Porém, o nacionalismo faz parte de todo cidadão Russo desde os primórdios, a frase proferida por Putin há 16 anos poderia muito bem ser realocada no período da segunda guerra mundial, ou no período da guerra fria.
    A diferença do momento vivido é um diferencial, com conflitos espalhados pela Ásia e a tensão tomando conta do planeta, eventos como o ocorrido com a Turquia causam certo temor a todos, visto que é uma linha tênue que separa a paz mundial da guerra, e essa política expansionista a qual Putin se refere pode ir de encontro aos ideias de outras nações do globo gerando assim uma tensão ainda maior. Todo cuidado é pouco quando se trata de Vladimir Putin.

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s