Panorama Ipea – Banco de Desenvolvimento dos BRICS


Publicado em 8 de out de 2015

Na mais recente edição do programa Panorama IPEA, os embaixadores Carlos Márcio Cozendey, Subsecretário-Geral de Assuntos Econômicos e Financeiros do Itamaraty, e Luís Antônio Balduino Carneiro, Secretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda, discutem o papel do Banco de Desenvolvimento dos BRICS.

Esse post foi publicado em Relações Internacionais e marcado , , , por Luiz Albuquerque. Guardar link permanente.

Sobre Luiz Albuquerque

O Núcleo de Estudos sobre Cooperação e Conflitos Internacionais (NECCINT) da Universidade Federal de Ouro Preto em parceria com as Faculdades Milton Campos, sob a coordenação do professor Luiz Albuquerque, criou o Observatório de Relações Internacionais para servir como banco de dados e plataforma de pesquisas sobre relações internacionais e direito internacional . O site alimenta nosso trabalho de análise de conjunturas, instrumentaliza nossas pesquisas acadêmicas e disponibiliza material para capacitação profissional. Mas, além de nos servir como ferramenta de trabalho, este site também contribui para a democratização da informação e a promoção do debate acadêmico via internet.

Uma resposta em “Panorama Ipea – Banco de Desenvolvimento dos BRICS

  1. A proposta de um Banco dos BRICS é muito interessante, principalmente no que tange o fortalecimento das relações entre os países integrantes do grupo. Recentemente muito tem sido falado sobre as enormes vantagens que o Brasil teria ao se associar à China, e que tal parceria poderia trazer benefícios no que diz respeito à investimentos, o que seria ótimo, tendo em vista o momento de instabilidade económica e diminuição do índice de confiança no Brasil. Por outro lado, o Brasil deve ser cauteloso no que diz respeito ao capital de investimento ao projeto. O país vive um momento de corte orçamentário e dificuldades em acertas as contas públicas, além de instabilidade política. Talvez não seja o momento certo para se comprometer, principalmente numa posição de liderança, e correr um risco que possa ter repercussão negativa internamente e no cenário internacional.

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s