Retrospectiva da ONU 2014


Publicado em Relações Internacionais por Luiz Albuquerque. Marque Link Permanente.

Sobre Luiz Albuquerque

O Núcleo de Estudos sobre Cooperação e Conflitos Internacionais (NECCINT) da Universidade Federal de Ouro Preto em parceria com as Faculdades Milton Campos, sob a coordenação do professor Luiz Albuquerque, criou o Observatório de Relações Internacionais para servir como banco de dados e plataforma de pesquisas sobre relações internacionais e direito internacional . O site alimenta nosso trabalho de análise de conjunturas, instrumentaliza nossas pesquisas acadêmicas e disponibiliza material para capacitação profissional. Mas, além de nos servir como ferramenta de trabalho, este site também contribui para a democratização da informação e a promoção do debate acadêmico via internet.

3 respostas em “Retrospectiva da ONU 2014

  1. RETROSPECTIVA DA ONU 2014: O vídeo é comovente ao mostrar os fatídicos acontecimentos que o mundo enfrentou em 2014. Terrorismo, intolerância religiosa, fome, conflitos intermináveis no Oriente Médio, mudanças climáticas e aquecimento global, são alguns dos problemas que a ONU tem enfrentado. Criada por ocasião da Conferência de São Francisco, em 1945, como consequência direta da II Guerra Mundial, apresentando entre seus objetivos a manutenção da paz e da segurança internacionais, encontra desafios cada vez maiores para salvaguardar os direitos humanos fundamentais. O Secretário geral da ONU, Ban Ki-Moon, declara que os direitos humanos e o Estado de Direito estão sob ataque e que devemos ser vigilantes ante os sinais de alerta prévio sobre violações dos direitos humanos. Como bem se sabe, os acordos de paz existem e são firmados, porém, na prática não são cumpridos e as violações dos direitos humanos parecem nunca ter fim. O que se deve fazer quando o quadro é de violação sobre violação? E quanto aos apelos da ONU por solução pacífica sendo ignorados acordo a acordo? Esses são apenas alguns questionamentos que fazemos diante de toda essa problemática. Ao reunir o Conselho de Segurança, a ONU convoca os líderes mundiais a se unirem em busca de ações decisivas. Se a educação em zonas de extrema pobreza e constante conflito não é promovida internamente, é por meio da ajuda externa e da união das nações que algum progresso pode ser alcançado na reversão desse quadro e para a construção de um futuro melhor.

  2. A ONU tem como principal objetivo manter o respeito aos direitos humanos em âmbito internacional. Tem sem dúvida participação importantíssima no que tange os acontecimentos mundiais que mais preocupam e necessitam de atenção de toda a humanidade. Mas infelizmente tanta dedicação e trabalho das nações unidas não é suficiente para alcançar a tão sonhada paz social desejada. Conflitos políticos, pandemias, aquecimento global, crises econômicas, e verdadeiros genocídios presenciados pelo mundo na África e região da Palestina,por exemplo, tem assombrado o encantador trabalho proposto pela ONU, que apesar de defender sempre resoluções pacíficas é praticamente obrigada a aceitar, mesmo com sua independência diante dos Estados, decisões que fogem ao seu controle. São países unidos contra a defesa dos direitos humanos, que realizam tratados e buscam resolver problemas mundiais, o problema é que nem sempre todos concordam com o que é proposto, e a ideia paz mundial começa a se tornar bucólica e minúscula demais perto de interesses individuais; pois antes de fazerem parte da ONU e compartilhar suas opiniões e decisões, tais países possuem soberania e interesses próprios e se possível ignoram toda a história de defesa dos direitos humanos e decidem por si próprios, queira a ONU ou não. Tal prática é notável na ação de diversos países, incluindo os EUA com sua prepotência e arrogância. A pergunta que fica é, se é uma organização fundada em princípios que buscam defender o interesse comum e o melhor para sociedade internacional, porque deixar as vezes o interesse individual prevalecer e ficar omissa a tais ações?! O trabalho da ONU é notório e com certeza ajuda muitas pessoas pelo mundo, mas diante de tantos problemas, talvez seja necessária outra guerra mundial, para que redefinam mais uma vez o real conceito de Nações Unidas.

    Fernanda Brito – sala 401 – NOITE

  3. A principal ideia apontada pelo vídeo é o questionamento da funcionalidade da ONU. Primeiramente, há que se constatar que há sim entre as nações um grande esforço e trabalho árduo na intenção de se implantarem medidas para se exterminar os reiterados ataques entre as nações, acabar com toda guerra que se disseminou por este planeta e que termina por atingir apenas inocentes, salvam-se os verdadeiros culpados.

    Entretanto, se percebe as reiteradas reuniões em que os diversos acordos celebrados não passam de letra morta, acaba por deixar a ONU claramente cansada de lutar. Apesar de vivermos num mundo que desde seus primórdios passa por sérios problemas de fome, miséria, falta de condições básicas de sobrevivência, de tanta desigualdade e falta de preparo para lidar com o surgimento de epidemias, com a questão do aquecimento global, países que ainda segregam as mulheres da educação, enfim, questões de extrema urgência em prol da sobrevivência com um mínimo de dignidade, essas questões conseguem ter um mínimo de sucesso com a ajuda solicita da sociedade como um todo.

    Porém, sinto um inconformismo ao ver essa retrospectiva, pois não consigo entender como é possível que quando o assunto se trata dos ataques e todo o genocídio reiterado entre determinados países, a ONU não consegue agir para ter um mínimo de melhora, ou seja, a irracionalidade humana consegue vencer e passar por cima de qualquer tentativa de solução. Este é um problema que aparentemente seria mais fácil de ser resolvido, pois depende apenas do fim do orgulho entre os homens, porém, estes anencéfalos sem noção não são capazes de entender que a nossa luta é contra outra causa, que temos problemas demais a lidar para vivermos com medo de uma guerra generalizada e o caos total, que terminará por nos exterminar.

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s