Postagem Especial de Férias: Charges sobre a crise econômica


 

 

 

 

  

 

 

 

 

Jornalismo econômico não foi capaz de prever, nem de explicar a crise. Como se fosse possível nenhum repórter perceber esse gorila na sala.

About these ads
Esse post foi publicado em Crise Econômica, Relações Internacionais e marcado , , , por Luiz Albuquerque. Guardar link permanente.

Sobre Luiz Albuquerque

O Núcleo de Estudos sobre Cooperação e Conflitos Internacionais (NECCINT) da Universidade Federal de Ouro Preto, sob a coordenação do professor Luiz Albuquerque, criou o Observatório de Relações Internacionais para servir como banco de dados e plataforma de pesquisas sobre relações internacionais para análises de conjunturas e debates acadêmicos. O site alimenta nosso trabalho de análise de conjunturas e instrumentaliza nossas pesquisas e articulações. Mas, além de nos servir como ferramenta de trabalho, este site também contribui para a democratização da informação e a promoção do debate acadêmico via internet.

5 comentários sobre “Postagem Especial de Férias: Charges sobre a crise econômica

  1. Professor e seus desenhos…Muito criativos! parabéns!

    Ahhh, penso em fazer mais alguns mapas mentais de Direito Internacional. Qualquer sugestão de tema será muito bem-vindo!

    ps: Pus este blog como parceiro no Jus Mapeandi. Abraços!

  2. Após a ventania, a tempestade … depois a bonança.
    A crise afeta a todos nela envolvidos, aos suscetíveis …, mas aos guerreiros torna-se apenas mais um desafio.
    E aos que labutam para melhorar as condições de oportunidades neste país saberam tirar partido dessa suposta crise.
    Enfim, dessa charges, observa-se que as caricaturas menos conotativas são as dos jornalistas!? Será por que?
    Lembranças, grande mestre.

  3. Muito bom professor! Enquanto a crise se alastra nós ficamos aqui brincando de fingir que não a vemos.

  4. Haha… Enquanto isso aqui no Brasil, gastamos fortunas com a Copa de 2014(será mesmo?!) e seu sistema de licitação “diferenciado”. É, temos de rir das próprias desgraças…

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s