Dia de jogo do Brasil na Copa do Mundo é feriado nacional.


Caros amigos, somos todos obcecados pelo Projeto ORBIS, mas durante os dias de jogos, todos os pesqusadores do NECCINT estão liberados para "observar" as relações internacionais da perspectiva do gramado.

 Postado por 

 Luiz Albuquerque

About these ads
Esse post foi publicado em Humor e marcado , , , , , por Luiz Albuquerque. Guardar link permanente.

Sobre Luiz Albuquerque

O Núcleo de Estudos sobre Cooperação e Conflitos Internacionais (NECCINT) da Universidade Federal de Ouro Preto, sob a coordenação do professor Luiz Albuquerque, criou o Observatório de Relações Internacionais para servir como banco de dados e plataforma de pesquisas sobre relações internacionais para análises de conjunturas e debates acadêmicos. O site alimenta nosso trabalho de análise de conjunturas e instrumentaliza nossas pesquisas e articulações. Mas, além de nos servir como ferramenta de trabalho, este site também contribui para a democratização da informação e a promoção do debate acadêmico via internet.

12 respostas em “Dia de jogo do Brasil na Copa do Mundo é feriado nacional.

  1. No Brasil, o patriotismo aflora na época de copa do mundo. As camisas verde-amarelas saem dos armários, bem como as bandeiras e, neste ano, as vuvuzelas. O brasileiro sonha com um país desenvolvido, número um do mundo, e se firma nas previsões dos economistas do mundo todo de futuro próspero para continuar batalhando rumo ao topo. Provavelmente, uma das razões da paixão de todo brasileiro pelo futebol seja justamente o fato de, nesse quesito, o país já ser o número um. A seleção é motivo de orgulho para as diferentes classes sociais e, talvez, essa seja a única época em que o cidadão bate no peito com orgulho de ser brasileiro. Cada gol é um carnaval, para o empregador e para o empregado, não havendo outra solução a não ser o fechamento do comércio. Não há motivo para atitude diversa, afinal, quem se arrisca a sair às compras nas duas horas mais aguardadas do quadriênio?! Talvez essa seja uma desculpa do povo que adora dar um “jeitinho brasileiro” para ficar de folga e fazer festa. Mas quem se importa? Afinal, todos querem ver o Brasil campeão.

  2. O povo brasileiro (incluindo eu, é claro) tem uma facilidade imensa em criar pretextos para poder não trabalhar, e não há desculpa melhor do que um jogo de futebol da seleção brasileira.
    O mês da copa do mundo de futebol é incrível, há grandes jogos para serem assistidos todos os dias, isso mesmo, todos os dias. Olha só que beleza, futebol de alto nível TODOS os dias durante um mês, pena que tamanha alegria só acontece de quatro em quatro anos.
    Apesar da farra ser ótima, o comodismo e a cultura de dar um jeitinho do brasileiro é algo alarmante, não que nao devamos assistir aos jogos, mas que o jogo não seja o pretexto pra matarmos metade do dia de serviço (sem contar que na outra metade ninguem trabalha comentado sobre a burrice do técnico ou como certo jogador não apresentou um bom futebol). O brasileiro é assim, felizmente ou infelizmente para alguns, mas é a nossa cultura, ser um povo manso, que finge tudo estar bom só pra evitar um conflito e manter o comodismo.
    O Brasil segue assim, com o patriotismo na época a todo vapor, pena que se restrinja apenas à época da Copa, e deixe a desejar em diversos outros assuntos que são de maior valia para o desenvolvimento da nação, como exemplo: a política.

  3. Jogo da seleção brasileira em Copa do Mundo é feriado ! A maioria dos brasileiros gosta disso e ninguém pode discordar. É uma mistura de patriotismo com comodismo, folga e vontade de não fazer nada( apenas torcer e festejar muito, é claro!) . Já virou regra: aulas são suspensas, trabalhadores dispensados, repartições públicas e fábricas fechadas para ver a seleção. Como é de se esperar tive a informação de que nossos queridos deputados pretendem oficializar o que já acontece na prática: o Brasil não funciona em época de Copa do Mundo de futebol MASCULINO. E para isso querem colocar no calendário os ditos “feriados copais”. É cômico! Vale refletir sobre o real significado da Copa: união dos povos, dinamizar a economia do país sede, dar ênfase ao patriotismo; ou pagar fortuna para jogadores considerados ídolos, como também propiciar mais publicidade para as grandes empresas patrocinadoras, aumentando, consequentemente, seus lucros? Futebol é bom, mas há limites para tanto entusiasmo. Lembro que, na mesma época dos jogos deste ano de 2010, o nordeste se deparava com enchentes, deslizamentos de terra e mortes. Onde estavam tantos brasileiros solidários? Com certeza assistindo aos jogos pela TV e sofrendo, não pelas pessoas humildes que estavam tão desamparadas, mas sim pelas atitudes desastrosas dos jogadores da seleção brasileira. Fico imaginando… como estará o nosso país em 2014?

  4. È impressionante como o povo brasileiro é patriota de quatro em quatro anos , pinta bandeira em chão , parede , e diz amar o país . Mas em outros tempos nem se importa com nada , isso é o que o futebol causa na cultura brasileira. E além disso , nossa cultura de dar um ”jeitinho” em tudo , faz com que as pessoas usem do pretexto de ficar em casa e não ir trabalhar para poder assistir os jogos. Muitos nem gostam de futebol , mas amam quando chega a copa do mundo para se isentar do trabalho, e nisso batem no peito com orgulho dizendo que é brasileiro, mas nao sabe nem o que se passa na politica de nosso país. E só importam tanto assim também porque o Brasil é o número um do futebol, e esquecem de valorizar outros esportes tao importantes quanto o futebol, concentrando tudo em apenas um esporte , em vez de diversificar , e outros terem tanta chance como um jogador de futebol conhecido. O brasileiro deve parar com esse ”jeitinho” e seguir mais á risca com seus compromissos , deixando o comodismo de lado.

  5. Brasil. Um país de dimensões continentais e multiculturas a perder de vista. Um país do qual todo brasileiro deveria se orgulhar e defender com a própria morte. Um país de um povo unido, com sentimento de nação e camaradagem. Mas será que o Brasil é mesmo este? Bem, em época de Copa do Mundo de Futebol ele é!
    Em época de Copa, todo brasileiro bate no peito com orgulho, canta, grita, declara aos sete ventos seu amor pela pátria. Mas já diz a não tão poética máxima: o amor é cego.
    Em tempos de Copa, o povo se esquece dos políticos corruptos que esvaziam os cofres públicos e vendem seus votos a quem pagar melhor. O povo se esquece da infra-estrutura pífia de país de terceiro mundo que nos é ofertada. O povo se esquece até mesmo que o seu salário só dá pra comprar água e comida, e isso quando dá!
    É da natureza dos brasileiros se iludirem e se entreterem com pão e circo. É assim desde os tempos de Brasil-colônia, só que hoje o circo está mais enfeitado, e o povo ainda mais fácil de se doutrinar.

  6. A Copa de 2010 mal tinha acabado e todos já pensavam na próxima de 2014, isso não somente aconteceu agora, mas acontece desde que existe a Copa do Mundo de Futebol. Os brasileiros mesmo com o país sendo governado por Emílio Médici, considerado “linha dura” na época da ditadura, tiveram a vitória da seleção brasileira sobre a seleção italiana e esqueceram que estava acontecendo toda aquela repressão no país.
    Talvez os brasileiros precisem de algo que garanta e aumente a auto estima deles. Pensar que somos os melhores em algo e que não há ninguém que seja melhor que nós, seja algo que merece prestígio. Realmente acredito que precisamos torcer pelo nosso time, aliás, somos os melhores, mas não precisa ser essa coisa doentia que se tornou. Somos os melhores em outros setores, e poderíamos ser também se houvesse mais esforço dos próprios brasileiros. Podemos bater a mão no peito e cantar o nosso hino com orgulho, não somos perdedores, ao contrário, pois saindo das condições em que estivemos durante a colonização e chegar até onde estamos agora, já é um motivo de orgulho, mas claro o país ainda precisa de muitos ajustes. Só acho que é injusto que tenhamos orgulho do nosso país somente no futebol e durante uma época do ano, sendo que temos 8.511.965 km quadrados de extensão para adorar.

  7. Então, senhores brasileiros, não sei o que acontece porque quando tem jogo do Brasil, principalmente em Copa do Mundo, não existe compromisso algum que tire os senhores da frente da televisão ou algo que os impeça de ir ao estádio e gritar que é brasileiro de coração.
    Porque enquanto muita gente passa fome, precisa de assitência médica, precisa de ensino de qualidade, ninguém bate no peito e tira um dia para ajudar os seus irmaos brasileiros?? É claro que torcer e gritar gol é mais fácil. E se ganhar, entao, dizer que o Brasil é um país maravilhoso?! Mais fácil ainda.
    Dificíl é reconhecer que não podemos sentar a frente de uma tv enquanto tudo isso passa em nossas portas..
    Pensem nisso, queridos torcedores.

  8. Muitas vezes quando paramos para pensar durante tempos de Copa do Mundo, Olimpíadas, parece chegarmos a conclusão de que em nosso país ainda vogora a denominada política do “pão e circo”, tão utilizada na época da ditadura.
    Durante a época de determinados acontecimentos esportivos, temos a impressão de que tudo está correndo da melhor forma possível, não existem assaltos, assassinatos, fome, miséria.
    A mídia desempenha importante papel, visto que é uma das grandes responsáveis por essa “impressão” que temos. Nada além dos jogos, vida dos jogadores, famosos presentes é noticiado.
    E é lógico que nossos queridos representantes, aproveitam e muito essa alienação da população para mandar e desmandar da forma que quiserem.
    Afinal, em época de Copa nada mais interessa do que ver o Brasil na final do campeonato.

  9. Não é possivel afastar o futebol da cultura do brasileiro. Cada pessoa que nasce no Brasil eventualmente vai torcer para um time ou criar uma certa afinidade com outro. O maior evento esportivo do mundo que e a copa do mundo acontece so de quatro em quatro anos como todos nos sabemos, e isso faz dessa competicao a mais esperada dentre os brasileiro, pois é nela que o Brasil ja alcançou seu melhores resultados esportivos. Com tantos times exitentes no Brasil fica cada vez mais dificil de evitar esse feriado nacional nos dias de jogos do Brasil na copa do mundo, sabe o porque? Porque é nessa competicao que todos nos somos iguais, todos nos confraternizamos com nossos semelhantes porque em epoca de copa torcemos para um time só. A unica coisa que importa em copa do mundo para nos brasileiros e o jogo do Brasil e isso faz com que todos queiram ver o jogo reunidos num lugar ou outro, desfrutando de um ambiente descontraido. Como isso ocorre somente de quatro em quatro anos nao vejo problema algum, pois se la em brasilia o pessoal nao trabalha quase nunca, deixa o resto do pessoal do brasil ficar um dia ou outro sem trabalho por conta da copa.

  10. Podemos olhar de forma negativa para o futebol, considerá-lo a distração das mazelas do Brasil, o “jeitinho brasileiro”, a desculpa para a falta no trabalho, o cenário de horas de ociosidade, em que os brasileiros comemoram enquanto enchentes ocorrem.
    Dessa forma, nós mesmos, brasileiros, estaremos abrindo mão de algo que nos valoriza, nos edifica como cultura, para criarmos mais um defeito na nossa nação.
    Estaremos esquecendo que futebol é esporte, esporte é saúde, é reinserção social, é motivação para abandono de drogas por meninos carentes.
    No lugar de criticarmos nós mesmos o nosso povo,devido a alguns instantes em que esquecemos da política ruim, da pobreza, e só pensamos na Copa do Mundo, invés de falarmos que somos hipócritas em nos orgulhar do futebol porque não falarmos: Temos pobreza,misérias sim, mas por outro lado, temos o futebol, a alegria, o colorido do verde amarelo, que faz o milagre de trazer o sorriso para aqueles que passam fome, que perdem sua casa em desastres naturais?
    Ao invés de fazer o futebol ser mais uma desgraça, porque não permitir que ele cumpra o papel de salvaguarda de uma cultura tão hostilizada? Se temos tantas desgraças, também temos a graça!
    Deixem a função de tirar o valor do Brasil para a imprensa internacional que já faz isso com tanto primor. Não vamos, nós mesmos, nos desvalorizar.
    Somos Brasileiros!O futebol é nosso!
    Se nos não reconhecemos o poder que esse esporte nos concede, o documentário: O dia em que o Brasil esteve aqui, sobre o chamado “Jogo da Paz”, disputado pela seleção brasileira no Haiti, demonstra bem isso, por meio das cenas em que os haitianos ficam deslumbrados durante o desfile dos jogadores brasileiros pelas ruas de Porto Príncipe.
    O jornalista chama atenção para forma de dominação do Brasil, vez que ao contrário do emprego de forças utilizado pelas potencias militares, que nunca conseguem evitar a insatisfação pelo seu dominado, o Brasil conquista pela arte, pelo sorriso, refletindo assim, uma forma de dominação muito mais audaciosa e perigosa, já que o dominado se deixa dominar sem opor resistência.
    Que seja entretenimento com pão e circo! Mas que seja entretenimento! Que restem momentos de alegria, que possamos sim esquecer das coisas ruins,ao menos de 4 em 4 anos, reunirmos, esbanjar sorrisos, todos juntos, sem diferença de raça, cor, ou classe, onde todos são iguais, todos são brasileiros apaixonados por futebol!

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s