Última sessão do ano do Parlamento do Mercosul será no Congresso Nacional, em Brasília


 

congresso_nacionalO Parlamento do Mercosul realizará sessão plenária nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, nas dependências do Congresso Nacional, em Brasília, conforme requerimento do senador Aloizio Mercadante (PT-SP) aprovado nesta quarta-feira (7) pela Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul. A sessão será organizada pela própria representação.

No requerimento, Mercadante registra que o Regimento Interno do Parlasul admite sessões plenárias fora da sede do órgão (que é em Montevidéu) e lembra que o Parlamento do Mercosul, modificando o calendário das sessões ordinárias de 2009, determinou a realização da última sessão do ano no Brasil:

“Trata-se, a nosso ver, de uma iniciativa de grande importância, pois o Parlamento do Mercosul, ainda em fase de afirmação, necessita ter maior visibilidade em nosso país. Com toda certeza, essa sessão plenária do Parlamento do Mercosul em Brasília possibilitará um maior contato da mídia nacional e dos parlamentares brasileiros com as atividades dessa relevante instituição democrática regional”, afirma Mercadante.

Seminários

Também nesta quarta-feira, a Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul aprovou dois requerimentos apresentados por seu presidente, o deputado José Paulo Tóffano (PV-SP), para a realização de seminários – um sobre desenvolvimento regional sustentável no âmbito do bloco, em novembro próximo, em São Paulo, e outro sobre política aduaneira brasileira no contexto do Mercosul, também em São Paulo, ainda em 2009.

Tóffano sustenta que o primeiro seminário destina-se a subsidiar e complementar o trabalho do Subgrupo de Trabalho nº 6 – Meio Ambiente, foro técnico negociador responsável pelo tema no Grupo do Mercado Comum. Já o segundo seminário, diz, contribuirá para o aprofundamento das discussões sobre a harmonização das políticas aduaneiras dos países membros do Mercosul e, consequentemente, para a apresentação de diretrizes com o objetivo de definir uma política comum.

Rita Nardelli / Agência Senado

Fonte: www.senado.gov.br/agencia

Postado por Lais Niman

 
MERCOSUL
07/10/2009 – 18h24
About these ads

Comente esta notícia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s